Ciclocross, o próximo hype?

O “movimento” das fixas tá maior legal. Pouca gente, crescendo naturalmente, muitas coisas acontecendo, amigos, cerveja…

A bicicletada era assim no começo.

E eu vivo dizendo que quando isso aqui encher demais e ficar tão chato quanto a bicicletada é hoje, vou ter que encontrar outra coisa pra me dedicar.

Os candidatos naturais, já que não gosto nem um pouco de mountain bikes (aquelas coisas pesadas e feias), eram o patins, a bocha e o boxe de rua.

Mas eis que agora surge uma nova onda mundial: o ciclocross!!

O ciclocross está para a mountain bike, assim como o rugby está para o futebol americano ou o churrasco está para o hamburger. É um negócio roots. Regado a cerveja. Bikes de estrada reforçadas no meio do mato, sem essa frescura de amortecedor.

Saiba um pouco mais assistindo depoimentos de participantes ou uma discussão entre dois hipsters.

Anúncios

8 Responses to Ciclocross, o próximo hype?

  1. Jack disse:

    Quanto preconceito com as MTB!!!

    Deixa disso!

    O que importa é pedalar!

    Abs.

  2. masterfix disse:

    Tirano tiraninho. Não acho que vai acontecer o mesmo com as fixas.
    Acho até que nem dá pra comparar com a bicicletada.
    O que vai rolar é muita gente andando de fixas logo mais, o que é bom pois aí vai ter mais peças pra nois.
    O foda mesmo vai ser aguentar os hipsters.
    Já os fakengers… but hey, todo mundo aqui é fakenger.
    Menos eu, haha.I’m the real deal baby.

  3. rafiuts disse:

    eu tb!!!tá certo q até hj eu só fiz umas 5 entregas!!!!hauhauhauah

  4. Gustavo disse:

    Eu também trabelhei entregando por um mês e meio. hehe

    E acho que posso dizer também que fui o primeiro messenger de fixa em SP e quem sabe do Brasil!! haha

  5. Zaka disse:

    “Aquelas coisas pesadas e feias”…. hehehehe… apesar de ainda gostar (um pouquinho só) de MTB, sou obrigado a concordar.

  6. Sílvio disse:

    Ei Jack, não é preconceito não. É meio brincadeira, porque respeito e admiro o pessoal que pedala essas máquinas, mas também é meio verdade, porque não gosto nem um pouco delas. E olha que já pedalei muito essas bikes no mato e mesmo na cidade. Comecei pedalando na cidade com amortecedor e pneu de 2,5 polegadas. Hoje tenho aflição dessas coisas. É muito peso pra pouca velocidade.

  7. PauloR2 disse:

    Guimas
    Né não. Bikes de ciclotour normalmente têm trocadores “bar end”, na ponta do guidão road. Já as de ciclox possuem stis pela necessidade de se manter as mãos no guidão o tempo todo, sob pena de um tombo catastrófico.

    Para os Conans de plantão existem bikes de ciclox singlespeed:
    http://www.konaworld.com/bike.cfm?content=majorone

    Ciclox é um conceito bem interessante, pena que a oferta de quadros dessa modalidade aqui no Brasil é nula. A opção é pegar um quadro de MTB com garfo rígido e partir para alguns enjambres. Montei a minha ciclox assim, e o resultado ficou bem interessante.

    As bikes de ciclox são excelentes para a cidade também, pois possuem a velocidade das estradeiras com a capacidade de transpor obstáculos das MTBs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: