Ciclovia marginal

Cuidado com as capivaras

Existe um projeto de uma grande ciclovia às margens do rio Pinheiros.

Por mais que a idéia seja óbvia, a implantação pareça simples, os benefícios inegáveis e a praticidade absoluta, essa idéia já está desde 2005 sendo cozinhada na burocracia estatal.

Mas para a nossa sorte, o Pasqua está de plantão!

O cara tá desde 2005 enchendo o saco dos caras. Acabou ajudando a fazer várias pontes entre burocratas de partes diferentes da máquina estatal e publicou no seu site um “tudo o que você queria saber, mas ninguém conseguia explicar”.

Imagina a situação do sujeito que sai lá dos confins da zona sul, vai até Pinheiros e depois volta.

Num percurso de aproximadamente trinta quilómetros (ida e volta) ele vai gastar no mínimo, no mínimo (e eu estou sendo bastante generoso), três horas do seu dia no estresse do trânsito. Seja num automóvel ou no transporte público.

Agora, numa ciclovia plana (leito de rio que não tem queda é sempre plano), bem asfaltada, com bebedouros no caminho, sem cruzamentos nem ameaças de morte, um cidadão mediano fará esses trinta quilómetros em no máximo duas horas. Se ele se empolgar com o exercício físico e tiver condições, ao invés de perder três horas do dia, vai se divertir uma e vão sobrar duas para fazer o que quiser.

Isso porque eu não vou perder meu tempo enumerando todos os outros milhões de benefícios que essa mudança trariam para as pessoas que a realizassem e para todo o entorno.

Não seria exatamente esse o papel do Estado? Por que é preciso tanta demora e pressão?

Manda bala Pasqua, estamos contigo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: