WNBR e Saia na Noite

março 12, 2011

Mais uma foto encontrada pelo Marcelo Quicheira, o beck repórter.

Hoje tem a mundialmente famosa pedalada pelada. O passeio ciclístico mais seguro da cidade, uma vez que a PM sempre participa massivamente.

Ninguém tem que ficar pelado pra participar. Escolha bem sua roupa e vá tão nu quanto ousar.

Concentração as 18h na  praça do ciclista. Mais informações aqui.

E amanhã cedo, madrugada, tem o também tradicional rolê do dia das mulheres organizado pelas meninas do Saia na Noite.

Só não tenho certeza se marmanjos serão benvindos.


É hoje

março 13, 2010

Arte do Siqueira


Foda-se a indy

março 12, 2010

Arte do Tiago Nepomuceno


Tão nú quanto ousar

março 11, 2010

Outra arte da Laura e do namorado


WNBR!!

março 10, 2010

Arte da Laura

Tão nú quanto ousar.

Saiba mais aqui.


Fixed Gear e WNBR SP 2009

março 15, 2009
Sábado, 14 de março de 2009, um lindo dia de sol e calor escaldante ( alguns dias para o término do verão no hemisfério sul),  combinação sufocante na grande cidade impermeabilizada – cena obscena. Dia da 2ª Pedalada Pelada ou WNBR SP 2009 e como não poderia deixar de ser, lá estava o mestre Canna com sua Caloi 1
Ver
Foto: Pedalante

Foto: Pedalante

Julgar

julgar

Foto: Pedalante

Agir

Foto: Pedalante

Foto: Pedalante

No estilo perguntas e respostas:

Pq pedalar de Fixas?

Por se tratar de uma única e singular experiência, nas ruas e avenidas paulistanas. Só quem pedala/pedalou sabe do que se trata. Não acreditamos, que pedalando as fixas, chegaremos aos Deuses Gregos ou em sua morada e muito menos veremos o nascimento de Neo.  Só pedalamos!

E Pq pedalar pelado?

Como na 1ª edição (2008)  a nudez não era obrigatória, e tínhamos na mente: “tão nu quanto você ousar”.

Por estamos cansados, de usar roupas coloridas, luzinhas, e outros badulaques e não sermos vistos/notados pelos motorizados.  Vez por outra, somos xingados, ingnorados e eternamente odiados, afinal tomamos o espaço de um motorizado livremente circular.

Como fantasmas, pedalamos e  eles ( os motorizados) não nos ouvem,  não nos enxergam. Só ganhamos a visibilidade, quando a tragédia anunciada acontece.

agir2

Sim, deixamos nossa vergonha em casa: as favas com os bons costumes e os pudores deles.

Sem grilhões, culpas e estéticas que continuam a nos castrar, não fomos ignorados, pois pedalamos pelados ( ou tão nu quanto ousamos).

abaixo um tosco relato:

Pontualmente, às 14h começamos a circular a praça do ciclista. Pedalando, ganhamos a avenida em sentido ao Paraíso, já na retorno, nas proximidades da praça Osvaldo Cruz, o boca a boca começou:  – vamos para o momumento do Ibirapuera.

Pouco a pouco, pequenos grupos de 4, 8 ou 12 ciclistas, se deslocavam, para o outro lado da avenida e logo em seguida desciam as ruas laterias a av. paulista, em sentido ao Ibirapuera, sob o olhar perplexo dos oficias e soldados da Pm paulsitana, que escoltavam os ciclistaativistas (com a pseudo justifica de garantir a segurança).

Lentamente, começaram a se agrupar ao lado do momumento. E em um determinado momento começaram a se despir. Uns mais, outros menos. Mas o lema tão nu quanto ousar, foi seguido a risca. Os ativistas, conseguiram deixar a polícia na Av. paulista e a mídia (canalha) corporativa perdidos. A ordem da polícia era, garantir a ‘segurança na paulista” e a pauta da mídia: fotografar e registrar o show( pão e circo!!). Demorou pouco, mas como abutres, os ‘retratistas’ chegaram.

Rapidamente, ecou o grito: vamos pedalar…Ganharam a Av. Brasil, Av. Rebouças e Faria Lima ( existia um indicativo de se chegar até o pq. Vila Lobos), todos mudam o roteiro e resovlem pedalar até a casa do C q Sabe – o alcaíde paulistano. Rua lateral, ao 1º templo de compras e consumo do páis ( shop. Iguatemi), fundos do estabelecimento, rua estreita, cerca viva de um lado, cercado de seguranças e de outro o muro do prédio. algumas palavras de ordem, e força no pedal. Quando ganhavamos a avenida Faria Lima, lá estava o veículo da vênus platinada, e seus funcionários(sic) como vampiros sedentos de sangue a nos filmar. A história que foi contada nos telejornais do plim plim, vc já sabem: ciclistas protestam e causam trânsito, etc e tal.

Agora o retorno, a praça do ciclista e às 17h30 o ápice de nossa 2ª pedalada pelada.

Até 2010!!!

Outros Relatos, fotos e vídeos  da 2ª Pedalada Pelada (wnbr sp 2009):

Nakedwiki SP

e tb

Relatos, fotos e vídeos

Ecourbana

Felizcidadefeliz

Nus pela terra

    Fotos:

    GB – orkut

    JP

    Evelyn

    Pedalante

      Vídeos:
      in 10 min

      ……………

      E a mídia( canalha) corporativa, continua com seu show:

      O jornalão paulistano( sim, a turma da ditabranda) e seu mimetismo virutal, adotaram o lema: Toda a nudez (leia-se as vergonhas) não será mostrada.

      O N E   L E S S   G E A R


      %d blogueiros gostam disto: