Apologia do Capacete

maio 13, 2009
Foto ilustrativa, não representa a realidade

Foto ilustrativa, não representa a realidade

Relato via lista da bicicletada SP:

“Amigos
Ontem a noite por volta da 01 da manha tambem tive um acidente. Graças ao capacete não sofri nada serio. Foi um dos unicos dias que sai de capacete e de fixa . Estava pedalando pela direita e não vi um apressadinho veiculo cruzar o farol vermelho logo ali na paulista com bela cintra. Apertei com tudo o freio da frente ( que a fixa so tem esse) e dei a famosa “volta” no ar caido de joelhos e depois batendo a cabeça. Sorte que estava com duas calças. O capacete ( ja sofrido do tombo no pico do jaragua) merece sua aposentadoria agora, depois de um ano de uso. Não saio mais sem o capacete, nem andando ” Slow Bike”. A bicicleta so teve o guidão entortado e na hora do tombo caiu em cima de mim, o que me deu um belo hematoma nas costas. Bom pelo menos to vivo !
Abraços de triplo mortal

Haase”

………..

” Aqui em São Paulo eu costumo usar sempre o capacete. Trânsito pesado é melhor se previnir contra as quedas bobas que o capacete ajuda a diminuir os danos.

Mas todo o seu relato me faz lembrar pq as vezes eu não uso o capacete. Justamente pela “falta de coragem” que ele me dá. Acabo sendo cauteloso sem a famosa casca de isopor. Afinal o bom senso e a moderação na velocidade ajudam a PREVINIR acidentes e essa é sempre a melhor solução.
Para um pouco de bom humor, clique aqui:
abs

João Guilherme Lacerda

O N E   L E S S   G E A R


Juliet Elliot

abril 25, 2009

as representantes paulistanas leia mais: aqui e aqui

dica do fixzano

O N E   L E S S   G E A R


FixieWoman

abril 25, 2009

Juliet

Dias desses alguem me disse que nunca tinha visto mulheres nesses videos gringos sobre fixas que temos por ai, e sendo assim, elas não existiam. Resolvi então, dar uma fuçada e vejam só, Juliet Elliot alem de linda, ainda manda bem no pedal. Sei que em Sampa já temos algumas representantes, mas fica aqui o apelo, meninas vamos fixar, por que não existe nada mais elegante doque FixieWomans.


Em Berlim, abelinha!

abril 21, 2009

Ela planeja (seu) pedalar de Berlim até a capital da Dinamarca.

Em Berlim, lembre-se do recado do (guru) Gabba:

Foto: Gabba

Foto: Gabba

” Os motoristas alemães continuam parando em cima das calçadas e ciclovias, buzinando e matando os ciclistas e pedestres.

A pequena diferença é que aqui, pelo menos, eles olham por cima do ombro antes de converter a direita pra ver se tem um ciclista tentando seguir reto. Vai que o maldito ciclista amassa a porta do buda sobre rodas…

Com educação, sem educação, no terceiro ou no primeiro mundo: Autofahrer = Idiot!”

…….

mais sobre Berlim:

As ruas primaveris de Berlim

As ruas Berlinenses

Por calçadas sem carros

.-.-.-.


Da próxima vez…

abril 19, 2009

na marginal, na av. paulista ou em qualquer lugar da cidade, faça como os londrinos:

Foto: room 1834

Foto: room 1834

na legislação brasileira, demonina-se saber se defender dos abusos do ‘poder estatal’.

-.-.-.-.-.-.


Malhar o Judas do Alexandre – Bicicletada Extra

abril 11, 2009

via blog do Aylons

Data: 11/04/2009

O local?
O mesmo de sempre, Praça (ainda não sinalizada) do Ciclista, que fica no canteiro central da Avenida Paulista, entre as ruas da Consolação e Bela Cintra (Mapa).

Concentração Lúdica: 12h

Saída: 14h

Sábado de Aleluia estão todos convidados a malhar o judas mais odiado deste ano em São Paulo: Alexandre de Moraes.

Ele conseguiu a proeza de ser odiado por ciclistas, motoristas e motoqueiros de São Paulo ao dar a morte para os primeiros, engarrafamentos para o segundo, e mostrar a bunda para os terceiros. Como? Disse que não liga se ciclistas morrem se isso ajuda o trânsito a ficar bom, deixa acontecer engarrafamentos recordes e se recusa a colocar as faixas de motos (que trazem segurança), porque os motorista não querem.

Enfim, a partir do meio dia (mas talvez começando mais tarde), na Praça do Ciclista, malharemos o Alexandre de Moraes, presidente da CET, SPtrans e secretário da (falta de) transporte na cidade de São Paulo.

Foto: Aylons

Foto: Aylons

O N E   L E S S   G E A R


Muito além do Hand Made

abril 8, 2009

Bike

Estou montando minha primeira fixa com as próprias mãos. Apesar de extremamente trabalhoso, posso garantir que o processo é muito gratificante e prazeroso. Nada como poder construir aquilo que você tanto ama.

Gregory Townsend é um cara que sabe exatamente do que estou falando, quer dizer, sabe muito mais.

Com um gosto irretocável, ele transforma aço em obras de arte moveis, ou melhor, fixas.

O site um pouco cafona não reflete em nada o seu trabalho. Se você quer uma fixa com a sua cara e tem grana para bancar um brinquedo como esses, da um pulinho aqui.


Fixed Gear e WNBR SP 2009

março 15, 2009
Sábado, 14 de março de 2009, um lindo dia de sol e calor escaldante ( alguns dias para o término do verão no hemisfério sul),  combinação sufocante na grande cidade impermeabilizada – cena obscena. Dia da 2ª Pedalada Pelada ou WNBR SP 2009 e como não poderia deixar de ser, lá estava o mestre Canna com sua Caloi 1
Ver
Foto: Pedalante

Foto: Pedalante

Julgar

julgar

Foto: Pedalante

Agir

Foto: Pedalante

Foto: Pedalante

No estilo perguntas e respostas:

Pq pedalar de Fixas?

Por se tratar de uma única e singular experiência, nas ruas e avenidas paulistanas. Só quem pedala/pedalou sabe do que se trata. Não acreditamos, que pedalando as fixas, chegaremos aos Deuses Gregos ou em sua morada e muito menos veremos o nascimento de Neo.  Só pedalamos!

E Pq pedalar pelado?

Como na 1ª edição (2008)  a nudez não era obrigatória, e tínhamos na mente: “tão nu quanto você ousar”.

Por estamos cansados, de usar roupas coloridas, luzinhas, e outros badulaques e não sermos vistos/notados pelos motorizados.  Vez por outra, somos xingados, ingnorados e eternamente odiados, afinal tomamos o espaço de um motorizado livremente circular.

Como fantasmas, pedalamos e  eles ( os motorizados) não nos ouvem,  não nos enxergam. Só ganhamos a visibilidade, quando a tragédia anunciada acontece.

agir2

Sim, deixamos nossa vergonha em casa: as favas com os bons costumes e os pudores deles.

Sem grilhões, culpas e estéticas que continuam a nos castrar, não fomos ignorados, pois pedalamos pelados ( ou tão nu quanto ousamos).

abaixo um tosco relato:

Pontualmente, às 14h começamos a circular a praça do ciclista. Pedalando, ganhamos a avenida em sentido ao Paraíso, já na retorno, nas proximidades da praça Osvaldo Cruz, o boca a boca começou:  – vamos para o momumento do Ibirapuera.

Pouco a pouco, pequenos grupos de 4, 8 ou 12 ciclistas, se deslocavam, para o outro lado da avenida e logo em seguida desciam as ruas laterias a av. paulista, em sentido ao Ibirapuera, sob o olhar perplexo dos oficias e soldados da Pm paulsitana, que escoltavam os ciclistaativistas (com a pseudo justifica de garantir a segurança).

Lentamente, começaram a se agrupar ao lado do momumento. E em um determinado momento começaram a se despir. Uns mais, outros menos. Mas o lema tão nu quanto ousar, foi seguido a risca. Os ativistas, conseguiram deixar a polícia na Av. paulista e a mídia (canalha) corporativa perdidos. A ordem da polícia era, garantir a ‘segurança na paulista” e a pauta da mídia: fotografar e registrar o show( pão e circo!!). Demorou pouco, mas como abutres, os ‘retratistas’ chegaram.

Rapidamente, ecou o grito: vamos pedalar…Ganharam a Av. Brasil, Av. Rebouças e Faria Lima ( existia um indicativo de se chegar até o pq. Vila Lobos), todos mudam o roteiro e resovlem pedalar até a casa do C q Sabe – o alcaíde paulistano. Rua lateral, ao 1º templo de compras e consumo do páis ( shop. Iguatemi), fundos do estabelecimento, rua estreita, cerca viva de um lado, cercado de seguranças e de outro o muro do prédio. algumas palavras de ordem, e força no pedal. Quando ganhavamos a avenida Faria Lima, lá estava o veículo da vênus platinada, e seus funcionários(sic) como vampiros sedentos de sangue a nos filmar. A história que foi contada nos telejornais do plim plim, vc já sabem: ciclistas protestam e causam trânsito, etc e tal.

Agora o retorno, a praça do ciclista e às 17h30 o ápice de nossa 2ª pedalada pelada.

Até 2010!!!

Outros Relatos, fotos e vídeos  da 2ª Pedalada Pelada (wnbr sp 2009):

Nakedwiki SP

e tb

Relatos, fotos e vídeos

Ecourbana

Felizcidadefeliz

Nus pela terra

    Fotos:

    GB – orkut

    JP

    Evelyn

    Pedalante

      Vídeos:
      in 10 min

      ……………

      E a mídia( canalha) corporativa, continua com seu show:

      O jornalão paulistano( sim, a turma da ditabranda) e seu mimetismo virutal, adotaram o lema: Toda a nudez (leia-se as vergonhas) não será mostrada.

      O N E   L E S S   G E A R


      Tricia and her hot fixie

      fevereiro 27, 2009

      Inspiração para a “fixolimpíada” 2009.

      Foto:  richardmasoner

      Foto: richardmasoner

      Mais fotos do San Jose bike party february

      O N E   L E S S   G E A R


      Sexta tem bicicletada

      fevereiro 25, 2009

      convite-bicicletada-fevereiro-01

      Comemorando o terceiro aniversário da praça do ciclista. Celebrando o convívio nas ruas da cidade. Pedalando, pedalando, pedalando…

      Queremos aproveitar para bater um papo sobre o fixa sampa: fixolimpíada, novo lay out, homenagem à primeira dama, entre outras coisas.

      Você que ainda não entrou em contato, nos procure, estaremos atrás da estátua lá pelas 19:30.

      Sobre a Bicicletada SP

      e o aniversário da Praça do ciclista:

      2008

      2007

      2006  a Inauguração da praça

      e um vídeo memória


      %d blogueiros gostam disto: